Out Run é um jogo de corrida lançado pela SEGA em 1986. Foi criado por Yu Suzuki e desenvolvido pela SEGA AM2 Team.
O próprio Yu Suzuki classificou o game como um jogo de direção e não de corrida como todos o classificam. Isto porque você não compete com ninguém mas apenas contra o tempo, tendo como objetivo chegar ao fim e não em primeiro. Existe sim a classificação final de tempo, onde você pode inserir suas iniciais caso seu tempo seja bom o suficiente para entrar no ranking.

A jogabilidade de outrun é simples, você controla uma Ferrari Testarossa, e deve chegar ao final de cada estágio o mais rápido que puder. A cada final de estágio, a estrada terá uma bifurcação onde você deverá escolher uma das duas rotas, sendo a da esquerda mais fácil e a da direita mais difícil. São ao todo 5 estágios e o jogo acaba quando o tempo chegar a zero ou você ao fim do 5º estágio. Como o jogo deixa que o jogador escolha as rotas a seguir, o jogo é não linear, e as sequências de termino de jogo são muitas, desta forma garantindo que seja jogado várias vezes.

A visão é de trás do veículo em uma sensação de 3D (o jogo é em 2D), e você deve evitar bater nos veículos (carros, caminhões, e recentemente descoberto uma moto) ou sair da estrada afim de sobrar mais tempo entre os estágios para chegar ao final do 5º estagio. Bater em uma rocha ou árvore será muito ruim, pois consumirá um tempo enorme. Você enfrentará além dos veículos na estrada Curvas e algumas um pouco fechadas, subidas e descidas. O ponto mais chato são as subidas pois elas retiram quase que toda a visão da estrada e dos veículos à frente.

Out Run não é um jogo fácil, ele tem um bom desafio, mas com o tempo e um pouco de prática, você acostuma com os controles e domina o jogo.

Para cada estágio a temática mudava, e como o jogo possibilita que você escolha o caminho a ser seguido, não é novidade alguma as pessoas jogarem mais de uma vez, para ver as paisagens. Você começa na praia e pode passar por Canyons, Desertos, Selva, e outros. Ao todo são 15 estágios.

Estágios:

 

<![if supportMisalignedColumns]><![endif]>

Estágios Destino
1 2 3 4 5
Vineyard A
Wilderness
Desert Death Valley B
Gateway Old Capital
Coconut Beach Alps Desolation Hill C
Devil’s Canyon Wheat Field
Cloudy Mountain Autobahn D
Seaside Town
Lakeside E

Os gráficos são lindos, considerando a época em que foi lançado. Aliás, até mesmo para a época, estava bem a frente dos gráficos de outros jogos. Foi utilizado a tecnologia Super Scaler para fazer Out Run e outros jogos da SEGA na época. Na verdade esta tecnologia havia sido desenvolvida para Space Harrier e Hang-On, e posteriormente foi usada em outros jogos. O mais legal desta tecnologia na época, era o efeito Pseudo 3D.

Vale apenas como curiosidade, um arcade antigamente era a combinação de um hardware específico para um software específico. Ou seja, não tinha como pegar o software e colocar num arcade diferente do que foi projetado.

As músicas foram compostas por Hiroshi Miyauchi que apesar de possuir apenas 4, são lindas, e não existe um gamer que não lembre. Três músicas em que o jogar pode escolher no começo, sintonizando o rádio, e uma para a tela de pontuação (Ranking).
Splash Wave
Magical Sound Shower
Passing Breeze
Last Wave (Ranking)

Out Run foi lançado para Arcades e teve portes para vários equipamentos:

Arcade (1986) – Lançamento
Sega Master System (1987) Versão 3D (1989)
Commodore 64 (1987)
Amstrad CPC (1987)
Sinclair ZX Spectrum (1987)
MSX (1987)
MSX2 (1988)
Commodore Amiga (1988)
Amiga (1989)
Atari ST (1989)
PC DOS (1989)
NEC PC Engine (1990)
Mega Drive/Sega Genesis (1991)
Sega Game Gear (1991)
Sega Saturn (1996)
Yu Suzuki Game Works Vol. 1 (2001)
Game Boy Advance (2003)
3DS (2014) Versão clássica, mas não é uma Ferrari pois a SEGA não tem licença mais de uso. Teve umas melhorias gráficas e adição de músicas.

Participação Especial
Dreamcast (2001) Shenmue – (jogando Shenmue tem um arcade que você pode jogar)
Xbox (2002) Shenmue II (2002) Mesmo padrão do anterior.
OutRun 2 (2004) – Tem uma opção no games que pode jogar o modo clássico (Não confirmado por mim, não testei)

Sega Ages 2500:

A SEGA recriou alguns jogos famosos da empresa, dando uma remodelada, e Outrun foi um deles.

Playstation 2 – Sega Ages Vol. 13 – Outrun (2004)

Prêmios

Ganhou o prêmio Game of the Year (O jogo do Ano ) de 1987, e concorria com Renegade e The Last Ninja.

Ganhou o prêmio Arcade Game of the Year (O jogo do ano para Arcade) que competia com Renegade e Bubble Bobble.

Teve seu título mencionado no Livro “1001 Video Games You Must Play Before You Die”.

Legado

Out Run não ficou apenas no jogo principal, tendo continuações, estágios em outros jogos, e outras coisas. Vamos listar:

Turbo Out Run em 1989, ande o jogador ia de New York City até Los Angeles e tinha 16 estágios em série.

OutRunners em 1993, que não é uma sequência oficial, mas a Ferrari está lá para ser jogada. É uma versão mais de um contra o outro, podendo os arcades podem ser ligados para até 8 jogadores competirem. É meio comédia, pois quando o carro capota, o piloto/copiloto saem correndo atrás do carro.

Spinoff

Saíram 3 jogos que não são oficialmente um jogo da série Out Run.

Out Run Europe (1991), foi lançado para algumas plataformas (Amiga, Amstrad CPC, Atari ST, Commodore 64, Game Gear, Sega Master System, ZX Spectrum). Você vai pilotar pela Europa em carros, motos e até um Jet Sky. É meio que um jogo de perseguição.

Battle Out Run (1989) lançado para o Sega Master System. O jogo é bem diferente em jogabilidade em relação ao clássico. Aqui você faz melhorias no carro, tem rampas para pular, óleo jogado no chão, e tem até que bater num carro até o Life dele acabar.

Out Run 2019 (1993) Mega Drive. Não sei porque colocar Out Run, e não tem muita coisa a ver, apenas no nome. Como o titulo sugere, é um Out Run com corridas futurista (considerando que foi lançado em 1993), tem todo o conceito de Out Run, onde o jogador pode escolhe um caminho, o jogo é bonito, mas tirando isso, não tem nada de Out Run. É um bom jogo, mas esqueça qualquer ligação com Out Run.

Quando os jogos estavam chegando na “Geração 3D” de verdade, a SEGA lançou Outrun 2 (em 2003). Outro jogo mas a essência era a mesma, agora completamente em 3D. Depois veio uma espécie de atualização do jogo chamado OutRun 2 SP.

Depois, tivemos Out Run 2006: Coast to Coast. Aqui juntaram o Outrun 2 com o Outrun 2 SP adicionaram mais carros, musicas, e foi um jogo fantástico.

Em 2009 saiu Out Run Online Arcade, para Xbox 360 e Ps3, e era praticamente uma cópia do OutRun 2 SP.

Em Sega Superstars Tennis tem um campo com a temática de Coconut Beach, o primeiro estágio de Out Run.

Em Sonic & All-Stars Racing Transformed existe um estágio chamado OutRun Bay (Somente para quem comprou a Bonus Edition podiam fazer download) que é baseado em Coconut Beach. No mesmo jogo temos o Ryo Hazuki do jogo Shenmue, pilotando um arcade de Out Run na parte de pista que é solo.

 

 

Fontes

http://www.vgmpf.com/Wiki/index.php?title=OutRun_(ARC)
http://en.wikipedia.org/wiki/List_of_Sega_arcade_system_boards
http://www.hardcoregaming101.net/outrun/outrun.htm

 

SilverSurfer099

Silver Surfer – NES

Silver Surfer – NES

O jogo Silver Surfer (Surfista Prateado) foi desenvolvido pela Software Creations e lançado pela Arcadia Systems para o Nintendo Entertainment System (NES) em novembro de 1990.
Gameplay. Continue reading

DestO jogo Alladin, para o SEGA Master System, foi lançado em 1994 e desenvolvido pela SIMS Co. Também lançado para o Sega Game Gear, no mesmo ano e desenvolvido pela mesma empresa, o jogo é idêntico ao do seu irmão não portátil. Este deixaremos para uma postagem futura. Continue reading

 

É fantástico o que as ferramentas atuais para desenvolvimento de jogos são capazes de fazer. Gráficos lindos (não ouso dizer perfeito, pois lembro bem a uns 10 anos pessoas chamando polígonos de gráficos que beiravam a perfeição e hoje sabemos ser de longe tão perfeito quanto um cubo), efeitos de iluminação muito bons e bem aplicados. Dificilmente um jogo atual tem gráfico ruim, exceto Rambo porque este é de longe o pior jogo da geração. Pois bem imagina agora, meu caro amigo, imagine que seja 1992 ou mais ou menos por aí e que noticias sobre o projeto Ultra 64 saiam em revistas como “O futuro”. Abaixo uma lista de alguns jogos e de como poderiam ter sido produzidos naquela época, apesar deu achar muito melhor as imagens do que realmente seria o jogo, poderiam ser muito bacana de serem jogados. Veja a galeria.

Alguns jogos não ficaram apenas na galeria, alguns realmente tiveram uma conversão, e talvez, não a esperada ou oficial, como são os casos abaixo.


Este primeiro é o Mega Drive 4 Guitar Idol da TecToy.


Aqui já é Soul Calibur em uma versão não licenciada. Eu joguei essa Merdacadoria e posso dizer uma coisa, Nunca percam seu tempo procurando isso, não vale a pena.

E a mesma coisa vale para o Tekken 3. Não licenciado e saiu isso. Um pouco melhor que o Soul Calibur. Mas não perca tempo.


E vários TKOF para Mega, com direito a Ryu Cyclops e muito mais. Vale os risos com amigos, mas não perca tempo com single player não. Alias vá jogar MUGEN que é melhor

Vimos que a evolução dos games é enorme, mas também que a criatividade para fazer jogos dos temas atuais é possível sim em um console antigo, e era exatamente isto que tivemos anos atrás, garantindo a diversão com a tecnologia que o tempo nos permitiu.
Nostalgia a parte, ainda bem que a tecnologia evoluiu e temos os consoles de hoje com suas incríveis capacidades, permitindo apreciar os jogos com as riquezas dos detalhes gráficos e sonoros.

Um abraço e que a força esteja com você. Sempre!

Massively multiplayer online role-playing game, mais conhecido pela sigla MMORPG. Amado por muitos, pois integra a melhor parte do RPG com um conceito de múltiplos jogadores. Alias, o múltiplos jogadores é uma visão simplória, pois são muitos jogadores simultaneamente.

A lista destes jogos cresce de maneira exponencial. E citar os melhores é criar uma lista de inimigos da mesma forma exponencial.

Vou listar alguns que eu conheço e tive a oportunidade de jogar.

Mu Online

Mu Online

 

– Mu foi o primeiro que joguei. E no mesmo entusiasmo que comecei a jogar, eu parei. No começo eu comecei a detestar toda aquela brincadeira de matar bichos pequenos, que pareciam animais de fazenda. E também não gostava de armaduras estranhas que pareciam estar ligadas na tomada.
No começo foi bem chamativo, mas a demora para evoluir me deixou desanimado demais.

Devo admitir uma culpa por conta que estava acostumado a jogar Diablo e Diablo 2 então não era muito o meu tipo de jogo.

 

Ragna Logo

Ragna Logo

 

– Ragnarok foi o Segundo, mas muitos anos depois. Eu achei muito legal e apesar dos gráficos era muito divertido de jogar. Mas acabou por não render muito tempo de jogo. Apenas alguns dias, eu ainda estava acostumado ao estilo de Diablo e não me acostumei com a mecânica do jogo. Culpado também é o próximo da lista pois foi um sucessor ao Diablo para jogar e também foi o vilão de todo o meu tempo durante alguns anos. E eu praticamente não joguei Ragnarok a fundo também por causa dele.

 

line2[1]

– Lineage 2 foi o terceiro jogo de MMO que eu joguei, e aqui, onde o tempo se perde, junto com outros jogos e qualquer outra coisa que você imagine.

Antes de conhecer o Lineage 2 eu tinha uma vida, depois dele era trabalho e Lineage 2. Trabalho e Lineage 2. Dormir era opcional. Sim este foi a causa de muitas coisas boas em minha vida e muitas coisas ruins. Fiz muitos amigos, muitos adversários, muitas aventuras e me divertí muito. E foi aqui que veio o meu mais atual e permanente apelido e o qual sou conhecido. Sunblade.

Sunblade originalmente era o personagem de um amigo de trabalho, que me apresentou o game. Quando ele parou de jogar, ele me deu o personagem dele. e passei a joga-lo como meu personagem principal. O personagem estava apenas um pouco evoluído, e era de uma classe nova no jogo. Problemática e cheia de defeitos, mas que eu joguei até o último dia no Servidor. Que por sinal era um servidor pirata. e eu que no começo achava ser o oficial.

Esse game eu arrepio até hoje, pois ele é considerado por muitos o melhor em PvP (Player vs Player). Tem gráficos lindos. Acredito que a maioria dos jogadores nem percebem as vezes o poder gráfico do jogo e seus ricos detalhes, o que é triste. As músicas do jogo são fantásticas. Tem um conceito de RPG perfeito com Tankers, Heallers Damage Deallers. Muitas classes e cada uma com características muito peculiares. EU não vou adentrar muito aos detalhes do Lineage 2 senão não sobrará mais espaço algum para outro MMO.

wow logo

WoW para os mais íntimos, é um clássico. EU me lembro de quando era muito novo jogando Warcraft 2 ainda, e via anuncios nas revistas dizendo que estava sendo planejado um RPG Online. Havia muitas especulações apenas. Muitos anos depois viria o WoW. Eu não tive o previlégio de jogar quando saio, nem perto disto. Alias eu tinha uma visão toda errada de MMO graças ao Diablo. E como envolvia pagar para jogar nunca me interessei.

Anos depois quando eu tive problemas pessoais com pessoas no Lineage e resolví dar um tempo, eu acompanhei alguns amigos no WoW. Joguei alguns meses, mas acabei voltando ao Lineage onde fiquei mais um ano. Eu considero um Jogo muito bom, Não gosto mesmo é dos gráficos. Acredito que depois de ter jogado Lineage meu conceito de Graficos em MMO mudou muito. A jogabilidade é boa, não posso reclamar.

swtor-logo-128x128[1]

 

 

Star Wars: The Old Republic é o Ápice para mim dos MMOs. Quando eu jogava Diablo 1 eu pensava “Podiam fazer um RPG parecido com esse mas com a temática de Star Wars.” Pois bem décadas posteriores, meus desejos foram cumpridos de verdade. (Esqueçam o SW Galaxies, aquilo era horrivel). Bem apesar do desejo cumprido, eu não joguei de inicio. Eu estava em uma época em que eu estava dando um tempo total em MMOs. Quem joga MMOs sabe como é dificil se livrar de um deles. Pois bem não tinha planos de voltar, ainda mais casado e com um Bebê de poucos meses em casa.

Então eu só comecei mesmo a sentir curiosidade quando ele chegou na expansão Hutt Cartel aí eu acabei por me interessar. E sim é um Excelente MMO. A nível de comparar ao Lineage 2. Claro Gerações diferentes, conceitos diferentes e a temática completamente oposta. Mas podemos colocar em mesa ótimos gráficos, boa jogabilidades e aqui um especial, apesar de ser MMO, você pode jogar o jogo inteiro sozinho, sem amigos, sem clan, sem nada, apenas você. Cumprir suas missões sozinho. Sem obrigações que em outros MMOs te coloca de frente a ter tempo e ter microfone, bater papo e organizar missoes e raids com membros do clan para conseguir itens.  Aqui não Eu terminei o modo história com 8 personagens diferentes muitos com bons itens no final, bons em PvP sem nem ao menos bater papo com um membro de clan. Fantástico tudo o que um Pai de familia sem tempo e com prioridades que não é o jogo. Então me dei bem aqui.

Estou pensando em parar nele também porque está ficando chato. Os desenvolvedores parecem estar seguindo uma linha estranha no jogo. TUdo está girando em torno de te fazer gastar dinheiro para adquirir itens. isto está errado.

 

Esta é a lista de MMORPGs que eu joguei. Espero não ter deixado nenhum gamers triste ou magoado, esta jamais seria o objetivo. Mas jogar MMO na vastidão que temos é complicado, você se apega e para jogar outro é dificil. Tem muito a ver com gosto. e isto cada um tem o seu.

Tudo de bom e que a força esteja com você.
Curtam uma musica do Lineage 2 para animar um pouco

Olá!
Sejam muito bem vindos ao Canto Nerd!

O local onde cada Nerd se sente único. O lugar onde ele guarda suas coisas, e tem orgulho de cada objeto. O Canto do quarto onde não importa a organização, ou a falta dela, é o local mais confortável. É como uma “Fortaleza da Solidão” para o Superman.

Seja qual for o tipo de Nerd que você seja – Gamer, Tolkieniano, Trekkie, etc… – você tem o seu canto onde guarda o material de que gosta, com certeza. Seja ele um armário, um quarto, ou somente uma mesa. Mas você faz questão de que este seja o seu espaço.

Sim queridos amigos. Eu sou assim. Ou era, pois vida de um Nerd casado e com uma filha de dois anos muda muitas coisas. Principalmente em uma casa pequena. Logo, eu tenho apenas uma mesa. Mas sim ela é minha fonte de aventura, meu canto de conforto e descanso.

Este site é para trazer assuntos relacionados ao Mundo Nerd e guarda aqui no nosso Canto Nerd.

Não tenha inda um Logo, mesmo porque não entendo nada de programas gráficos ou de fazer logotipos. Mas idéias não faltam. E também estou apenas começando. Apenas estou tirando minhas idéias do papel e colocando na Internet.

Como sou um Nerd mais do tipo Gamer e um Star Wars Fan, vou me esforçar ao máximo para não ficar focado apenas nestes assuntos, mas infelizmente vou começar por eles. Eu já deixei tópicos em aberto no Menu, e irei preenchendo conforme o tempo me permitir. E por falar nisso não tenho uma regra certa para as publicações, mas pretendo no mínimo publicar duas vezes por semana, quem sabe três. Entre Fazer janta, ajudar a esposa com a roupa e a louça, entre uma fralda suja e outra, um post poderá aparecer.

E como pretendo fazer isso? Já existe tanto site de Nerd por aí. Bem sim! Eu sou apenas mais um, e estou fazendo isto apenas porque eu gosto. É algo que eu apenas quero fazer. Você vê alguma propaganda? Não! Apenas estou fazendo. Vou falar de coisas do Mundo Nerd, buscar coisas antigas, coisas novas, discutir filmes e critica-los eventualmente, falar sobre musica. Tudo isso de uma maneira descontraída e divertida.

E para uma primeira publicação está ótimo. Que venham as próximas.

E se você está lendo até aqui, eu me sinto muito feliz e honrado.

E que a força esteja com você